Nada muda se você não mudar


O canudo de plástico descartável não é o único vilão do meio ambiente, sabia? Ele anda lado a lado e de mãozinhas dadas com o copo plástico

O canudo de plástico descartável não é o único vilão do meio ambiente, sabia? Ele anda lado a lado e de mãozinhas dadas com o copo plásticodescartável.

A maior parte da produção do copo descartável é usada em ambientes corporativos, festas e eventos – não é muito comum usar em casa. Mas mesmo que o uso dos copos de plástico não aconteça com frequência na sua casa, a sua produção continua disparada todos os dias.

 

O Brasil produz cerca de 100 mil toneladas de copos plásticos por ano. Mas ainda podemos reciclar todos essa produção, certo? Errado. O plástico tem potencial para reciclagem, mas o seu mercado ainda é muito precário, cada quilo do material pode ser vendido por até R$ 0,20 – são necessários mais de 400 copos de plástico descartáveis para somar apenas um quilo. Além disso, de todo o plástico que já foi produzido em todo o mundo, desde sua invenção ainda em 1950, apenas 9% foi realmente reciclado para entrar novamente no ciclo de produção.

 

E ainda com esse cenário preocupante sobre a reciclagem do plástico, existem os materiais que são descartados de forma errada e vão parar nos aterros sanitários. Um copo plástico descartável pode levar entre 250 a 400 anos para se decompor – e mesmo depois de todo esse tempo ainda pode continuar por aí, pois se transforma em micro plástico e continua na natureza. Isso porque o copo plástico descartável é produzido a partir do poliestireno, um componente derivado do petróleo, que é uma matéria-prima não renovável.

Estima-se que são consumidos, no Brasil, cerca de 720 milhões de copos descartáveis por dia, o que corresponde a 1500 toneladas de resíduos diariamente, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos (ABRELPE).

 

Esse plástico, que não é reciclado e descartado de forma incorreta, pode acabar nos oceanos. De acordo com dados da ONU, o plástico representa 80% do lixo nos mares, o que pode causar a morte de diversas espécies marítimas, que confundem os resíduos plásticos com alimentos e acabam ingerindo-os.

 

Pesquisas apontam que em 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos. Existem diversas inovações que tentam retirar o lixo que já existe nos oceanos, mas é importante tentar não deixar que o lixo chegue até lá. Com todos esses dados, o consumo consciente é uma necessidade urgente.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba nossos informativos promocionais

Dehon, Farmácia de Manipulação

Não se trata de propaganda, e sim, de descrição do produto, consulte sempre Um especialista. Medicamentos sob prescrição médica só serão dispensados mediante Apresentação da receita, envio por fax ou e-mail, sujeitos ainda a avaliação Do farmacêutico responsável.

As informações contidas neste site são exclusivas para profissionais habilitados da área De saúde e não devem ser usadas para automedicação e não substituem em hipótese alguma A medicação prescrita pelo profissional da área médica. Somente um profissional habilitado está em condições de diagnosticar qualquer problema De saúde e prescrever o tratamento adequado.

Acesso Restrito


© Farmácia Dehon Ltda. Direitos Reservados

Acompanhe Dehon nas Redes Sociais

Facebook

Instagram

Youtube