Nutrição e Saúde dos Cabelos


O cabelo é afetado nas deficiências protéicas, de vitaminas e de sais minerais. A má nutrição influencia no crescimento do pêlo, na estrutura da haste e às vezes na cor (EBLING, DAWBER, 1986). A deficiência de nutrientes está intimamente relacionada com o retardo da fase anágena (fase de crescimento) e aceleramento da fase telógena (queda do cabelo)

Nutrição e Saúde dos Cabelos

 
 

Ana Maria Merico

Farmacêutica Industrial

Diretora Tecnica da Dehon

 

 

 

 

 

O cabelo é afetado nas deficiências protéicas, de vitaminas e de sais minerais. A má nutrição influencia no crescimento do pêlo, na estrutura da haste e às vezes na cor (EBLING, DAWBER, 1986). A deficiência de nutrientes está intimamente relacionada com o retardo da fase anágena (fase de crescimento) e aceleramento da fase telógena (queda do cabelo) do fio.

Alguns nutrientes fazem parte da composição do fio, dentre eles destacam-se proteínas (alfa-queratina), ferro, cobre, zinco, iodo, vinte diferentes tipos de aminoácidos (com ênfase no aminoácido cistina), lipídios e água. Como a raiz do cabelo possui uma boa irrigação sanguínea, substâncias trazidas pelo sangue podem ser incorporadas no cabelo durante sua formação.

A nutrição, desta forma, influencia diretamente na composição nutricional dos fios, considerando que comumente as deficiências energético-protéicas favorecem cabelos quebradiços e sem brilho, principalmente devido ao comprometimento da barreira capilar.

 Um cabelo com aparência saudável é um sinal de saúde geral excelente, bem como de uma boa prática no que diz respeito aos cuidados com os cabelos. Indivíduos saudáveis têm um aporte nutricional adequado através da sua alimentação diária. No entanto, muitas pessoas não têm acesso à boa alimentação, e outros têm patologias que levam à predisposição para uma deficiência nutricional. Isto muitas vezes reflete-se em mudanças no couro cabeludo.

  • Existem condições em que a queda, mudança na cor e enfraquecimento dos fios capilares é comum, como nos casos de doença cardíaca congênita, doença neuromuscular, alcoolismo, envelhecimento, estresse, desordens hormonais, entre outros. Porém, muito do que se sabe sobre queda de cabelos está relacionada à má alimentação.

Como a raiz do cabelo possui uma boa irrigação sanguínea, substâncias trazidas pelo sangue podem ser incorporadas no cabelo durante sua formação.

A nutrição, desta forma, influencia diretamente na composição nutricional dos fios, considerando que comumente as deficiências energético-protéicas favorecem cabelos quebradiços e sem brilho, principalmente devido ao comprometimento da barreira capilar.

O que o organismo precisa para se manter saudável e refletir isto no cabelo:

Proteínas

O cabelo é composto por proteínas (alfa queratina - 88%) sendo outros elementos como ferro, cobre, zinco, iodo, hidrogênio e enxofre perfazendo em média 12%. (PAULA, 2001).

Deficiência de proteína, que é formada por uma cadeia de aminoácidos, causa diminuição na velocidade de crescimento, com afinamento dos cabelos e, finalmente alopecia difusa. (CAMACHO, RANDALL, PRICE, 2000).

Cisteína e Cistina

Uma suplementação dietética de cistina parece produzir uma modificação na composição queratinas dos cabelos provocando os valores alterados a voltarem ao normal (BRUNO, C.; MORGANTI,P.; GIARDINA, A., 2008).

A cisteína é uma das mais importantes fontes de enxofre orgânico, participa da síntese de proteínas, a partir de sua conversão à Cistina.

A queratina, presente no cabelo, tem cerca de 15% de Cisteína e Cistina, sendo importante fator para a pele e cabelo, sendo que pacientes com queda de cabelo, em geral, têm baixos níveis sanguíneos de Cistina. (OLSZEWER, 2004).

Colágeno Hidrolisado

Colágeno hidrolisado associado tem demonstrado muitos benefícios ao cabelo, estimulando seu crescimento e proporcionando seu desenvolvimento de fios com maior diâmetro. Este resultado sugere efeito positivo quanto ao uso de suplementos como auxiliar no tratamento de alopecias (OLSZEWER, 2004).

Silício

O Silício tem demonstrado estimular crescimento de unhas e cabelos, e a associação do silício com o colágeno hidrolisado mais aminoácidos sulfurados são benéficos ao desenvolvimento de proteínas fibrosas como o cabelo. (Barel et al,2005).  

Zinco

Para Geilen e Peytavi, (2000) o zinco é um fator de crescimento e desenvolvimento dos cabelos. Sua deficiência pode causar cabelos finos, quebradiços, sem brilho e avermelhados (DAWBER, VAN NESTE, 1996).

Ferro

O ferro é um dos componentes mais importantes para a saúde do cabelo. A deficiência deste mineral, mesmo na ausência de anemia evidente, está associada à queda difusa de cabelos (EPSTEIN, 1999).

 Pacientes com alopecia areata e alopecia androgenética apresentaram níveis significativamente menores de ferritina, quando comparadas com o grupo controle.

Biotina

A biotina é importante para o desenvolvimento do folículo piloso. Sua deficiência causa alopecia difusa e despigmentação dos cabelos (GEILEN; PEYTAVI; ORFANOS; 2000). As vitaminas do Complexo B, especialmente a Biotina, têm importante ação antioxidante atuando na saúde da pele, dos cabelos e do sistema nervoso (SMITH; ANDERSON, 1995).

Selênio

O Selênio mantém integridade de unhas e cabelos. Sua falta causa perda de cabelo e deixa as unhas frágeis e sujeitas a fungos. Porém, seu excesso pode causar deformação em unhas e cabelos.  Após suplementação adequada de selênio poderá haver recuperação da cor dos cabelos (GEILEN; PEYTAVI; ORFANOS, 2000).

Manganês

É essencial para a assimilação do mecanismo dos carboidratos e lipídios, atuando sobre a cutícula do cabelo na sua ideal lubrificação e proteção com barreira lipídica, pela sua ação direta na síntese de vitaminas do complexo B, ou pelo fortalecimento do bulbo capilar.

Água

O conteúdo de água é um fator importante para o cabelo e para a pele. A cutícula, presente na superfície do fio do cabelo, tem um papel importante na retenção de água no cabelo, sendo que os aminoácidos são responsáveis por hidratar a cutícula.

Cabelos sem brilho e ressecados sinalizam cutículas bastante danificadas devido à diminuição da quantidade de aminoácidos. Foi demonstrado que xampus, condicionadores e agentes para tratamento, contendo certos tipos de aminoácidos, evitam que a cutícula capilar se abra, devido ao aumento da capacidade de retenção de água. (PAULA, 2001)

Dúvidas? Quer saber como resolver seu problema capilar?

Fale com um dos farmacêuticos Dehon.

 

Enviar mensagem

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba nossos informativos promocionais

Dehon, Farmácia de Manipulação

Não se trata de propaganda, e sim, de descrição do produto, consulte sempre Um especialista. Medicamentos sob prescrição médica só serão dispensados mediante Apresentação da receita, envio por fax ou e-mail, sujeitos ainda a avaliação Do farmacêutico responsável.

As informações contidas neste site são exclusivas para profissionais habilitados da área De saúde e não devem ser usadas para automedicação e não substituem em hipótese alguma A medicação prescrita pelo profissional da área médica. Somente um profissional habilitado está em condições de diagnosticar qualquer problema De saúde e prescrever o tratamento adequado.

Acesso Restrito


© Farmácia Dehon Ltda. Direitos Reservados

Acompanhe Dehon nas Redes Sociais

Facebook

Instagram

Youtube