Colágenos em Nosso Organismo.


Quando você ouve a palavra “COLÁGENO”, qual a primeira coisa que vem a sua mente? Pele? Flacidez? Rugas? Será que é importante somente para isso? Onde encontramos ele em no nosso corpo? O colágeno é uma proteína que faz parte dos músculos, vasos sanguíneos, mucosas, tendões, cartilagens, constitui a maior parte da matriz óssea, onde o cálcio, por exemplo, se prende para solidificar o osso, na pele, claro, na córnea e até no rim, nos glomérulos, onde é feita a filtração renal.

Ele é formado por aminoácidos, que são unidos pelos fibroblastos para a formação da molécula de colágeno, e essa reação é dependente de vitamina C. E conforme ocorre essa junção, são classificados como tipo I, tipo II, tipo III...no total, temos 27 tipos de colágenos no nosso organismo. Mas, os que mais ouvimos falar, por sua maior concentração e função, são os tipo I, II e III...e qual a diferença entre eles?

  • Colageno tipo I, encontrado nos tendões, ligamentos, e na pele.
  • Colageno tipo II, cartilagens, e o;
  • Colágeno tipo III (Verisol) vasos sanguíneos, músculos e pele. Então até aqui, você já começa a entender que o colágeno não é só importante para a pele, vai muito além!

                         Na medida em que vamos envelhecendo, o colágeno, assim como tudo no organismo, precisa ser substituído ao longo do tempo.
É um processo natural. Entretanto, o corpo vai perdendo a capacidade de substituir o colágeno danificado, diminuindo a quantidade e qualidade do colágeno produzido.
Uma das principais dúvidas que surgem quando se decide suplementar colágeno é: Qual tipo? Vai fazer o efeito que quero? Quando posso começar a suplementar?
Diversos fatores, como alimentação, atividade física, e idade influenciam, segundo estudos, o colágeno reduz-se 1% ao ano ao longo da vida adulta.

                          Para produzirmos o colágeno, precisamos de aminoácidos, vitamina e minerais, exclusivamente o silício orgânico, que age aumentando a síntese das proteínas em  nosso corpo.
O Colágeno tipo I (hidrolisado) e o Verisol (Tipo III): Quando ingerimos uma proteína com uma estrutura grande, o organismo quebra esta estrutura para poder absorver. Então, tomar o colágeno, pensando que tudo vai se tornar colágeno, não é correto.
Entretanto, para a formação desse colágeno, você precisa destes aminoácidos, então, pensando dessa forma, você pode ajudar indiretamente na sua formação. Nada, sozinho, faz milagres! Ajuda, mas, não resolve.

o colágeno tipo II, também não é reposição de colágeno, propriamente dito.
O colágeno tipo II atua ligando-se a enzima que degrada o colágeno do nosso organismo. Então quando você suplementa, você evita que o SEU colágeno tipo II, das cartilagens, seja degradado. E se você impede esta degradação, reduz, consequentemente os processos inflamatórios e degenerativos das articulações.

Gostou do conteúdo?
Saiba mais sobre os colágenos conversando com um de nossos farmacêuticos.

Enviar mensagem

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba nossos informativos promocionais

Dehon, Farmácia de Manipulação

Não se trata de propaganda, e sim, de descrição do produto, consulte sempre Um especialista. Medicamentos sob prescrição médica só serão dispensados mediante Apresentação da receita, envio por fax ou e-mail, sujeitos ainda a avaliação Do farmacêutico responsável.

As informações contidas neste site são exclusivas para profissionais habilitados da área De saúde e não devem ser usadas para automedicação e não substituem em hipótese alguma A medicação prescrita pelo profissional da área médica. Somente um profissional habilitado está em condições de diagnosticar qualquer problema De saúde e prescrever o tratamento adequado.

Acesso Restrito


© Farmácia Dehon Ltda. Direitos Reservados

Acompanhe Dehon nas Redes Sociais

Facebook

Instagram

Youtube